top of page

Janela Indiscreta (1954)


Janela Indiscreta

Em minha segunda visita ao apartamento de Jeff, novas observações foram adicionadas à minha experiência, principalmente em relação a Lisa, personagem de Grace Kelly.

Afinal, Janela Indiscreta traz exclusivamente o olhar masculino de Jeff? E qual o verdadeiro papel de Lisa na trama? Tentar chamar atenção do namorado a qualquer custo e convencê-lo a se casar?

Para mim, Lisa é a verdadeira heroína desse filme e Jeff é apenas um homem imobilizado, um espectador passivo, que se acha mais aventureiro do que realmente é e morre de medo de se casar e dos impedimentos que o casamento traria a ele. Como diria Mulvey, a ameaça da castração que a mulher representa para o homem.

Nossa primeira visão de Lisa é sua sombra, uma sombra que cobre Jeff enquanto ele dorme, colocando o protagonista na escuridão, o que pode simbolizar essa ameaça. Sua imagem é construída aos poucos, da cabeça aos pés, enquanto as luzes são acesas e ela recita seu nome, Lisa Carol Freemont. Jeff demonstra muito pouco, ou nenhum interesse na namorada, e ainda zomba de seus interesses. Apesar de sabermos que o trabalho de Lisa justifica sua aparência e seus vestidos caros, a personagem mesmo diz que isso é o que é esperado dela, uma expectativa comum do mundo para as mulheres.Lisa passa boa parte do filme tentando atrair o olhar de Jeff, que só olha para fora. Mesmo assim, seu interesse na aventura de investigar os vizinhos parece legítimo e não apenas um esforço para agradar Jeff, mesmo que esse interesse também possa estar lá.


Em alguns momentos, percebi como Lisa também nos empresta seu olhar, o olhar feminino.Enquanto o protagonista observa seus vizinhos, que já conhecemos desde a introdução do filme, Jeff compara Miss Torso a Lisa. Miss Torso é a mulher objeto do filme, fetichizada, vista como um corpo. Apesar de Jeff estar na posição de voyeur observando todos seus vizinhos sem ser visto, essa vizinha especificamente é a mulher que é sexualizada. Na cena que menciono, ela está dando uma festa com vários homens em seu apartamento. Nesse momento, Lisa e Jeff observam, e o fotógrafo tem o olhar que julga e compara ambas, provavelmente pela aparência. Já Lisa traz um olhar empático, que se identifica com a mulher observada e diz como ela se sente, dá sentimentos ao que era só corpo.Em outra cena, quando Jeff observa Miss Torso, Lisa chama a atenção dele, removendo completamente o olhar dele da vizinha (e também o nosso), para que ele veja a outra vizinha, Miss Lonelyhearts, numa cena em que ela é assediada e nosso protagonista desvia o olhar enquanto Lisa olha preocupada para a situação.

Mulvey disse que é só quando Lisa cruza para o outro lado da janela que Jeff desperta um interesse maior nela, até erótico, mas é possível perceber esse interesse nascendo antes, quando Lisa olha também pela Janela com o protagonista e embarca na aventura com ele, comprando sua ideia. A partir desse momento, Lisa usa seu olhar feminino, o ponto de vista como mulher, para investigar o caso com Jeff, trazendo observações que ele não faria sem ela. Apesar da intuição feminina ser desprezada pelo detetive, Jeff vê muito valor nela e aumenta seu interesse pela namorada.

Lisa, que não é uma espectadora passiva como Jeff, se aventura e vai para o lado de lá tomar ação na trama. Nesse momento, as mulheres são as com mais atitude, enquanto Jeff permanece imóvel em sua janela. Enquanto se arrisca, Lisa acaba sendo agredida pelo vizinho assassino e seu namorado assiste a tudo sem se mover, apenas liga para a polícia e espera. Não é o típico herói que salva a mocinha, seu maior ato de coragem foi usar o telefone. E, no fim, o anel que Lisa pegou e sua atitude se tornam chaves para solucionar o caso.


Quando o voyeur é visto, quando o olhar de Jeff é correspondido, seu espaço de espectador é invadido, afinal, diferente do cinema ou da tv, no caso de Jeff não há tela para o proteger daquilo que assiste, Jeff fica na mesma situação de Lisa, agredido, em perigo, indefeso, como uma “mocinha” de cinema.

Lisa, que pode ter ficado feliz de conquistar o amado e receber sua validação com um ‘estou orgulhoso de você’ no final, está longe de ser a típica mocinha indefesa. Apesar de Jeff existir, o último olhar do filme é de Lisa, Jeff dorme e ela o observa, vestida com calças ao invés de seus caros vestidos, lendo um livro de aventura, vemos que ela ainda se esforça para agradar o homem que está a seu lado, mesmo que esteja claro (pelo menos para mim) que ela é mil vezes mais corajosa que ele e não perderia o seu poder nem lendo uma revista de moda, nem usando uma saia.



autor

Comments


bottom of page